• Letícia Seneme

A creatina e sua função para o pré-treino

A creatina é um aminoácido natural do corpo humano, sendo que a maior parte fica concentrada no músculo esquelético (cerca de 95%), na forma livre (cerca de 40%) e em forma de fosfocreatina (cerca de 60%).


Essa quantidade é suficiente para suprir o funcionamento do organismo. Entretanto, no caso de pessoas fisicamente ativas ou atletas, podemos aumentar o nível de creatina por conta da prática de atividades físicas, como parte de uma rotina de pré-treino por exemplo.


A BioActor divulgou uma matéria que fala sobre o pré-treino e quais os ingredientes mais indicados para cada situação.


“Os pré-treinos são conhecidos pela maioria como coquetéis de formulações que causam erupções cutâneas e formigamento. No entanto, hoje em dia, as formulações são mais sofisticadas do que costumavam ser. Eles são consumidos por atletas de todas as disciplinas brevemente antes de seu treino.”

Ou seja, o foco de quem consome essas fórmulas é melhorar seu desempenho durante os exercícios. Tais formulações podem ser encontradas de diferentes tipos, como: bebidas, géis, cápsulas ou pós prontos para beber (que são o formato mais utilizado).


Para o pré-treino, três pontos devem ser considerados: potência, foco e resistência. Não podemos deixar de considerar o período ideal para o efeito do pré-treino, que fica em torno de 15 a 30 minutos após o consumo.


Pensando na potência, no foco e na resistência, temos ingredientes específicos para cada aspecto.


Os ingredientes de potência “[...] fornecem combustível para maximizar movimentos de alta intensidade em seu treinamento ou treino.”


A creatina é recomendada nesse aspecto do pré-treino, pois


“[...] é um dos ingredientes mais bem pesquisados na nutrição esportiva. A suplementação de creatina aumenta os níveis de creatina intramuscular. A geração de energia a curto prazo no tecido muscular vem 100% da creatina – a isoforma fosforilada, Cr – P. A ingestão diária demonstrou promover o desempenho anaeróbico no teste de Wingate padrão-ouro.”

De acordo com pesquisas, a partir do consumo de creatina foram encontrados benefícios na recuperação após o exercício físico, pois houve redução no dano muscular ocasionado pelo exercício.


Os ingredientes de foco “[...] garantem que você possa se concentrar em seus movimentos para executá-los com alta precisão. O foco é mais conhecido como conexão mente-músculo.”


E, finalmente, os ingredientes para resistência “[...] são importantes para fornecer nutrientes para se sentir energizado até o final do treino.” Dentro desta categoria podemos colocar certa quantidade de carboidratos.


Diante disso, a Biovital disponibiliza a Creatina Monohidratada: um suplemento com efeitos ergogênicos sobre a massa muscular que auxilia no desempenho anaeróbico e no retardo da fadiga. Sua ação também indica um aumento na produção de energia para as células do coração. De acordo com estudos, a creatina, assim como a ribose, é capaz de aumentar o nível de energia para o funcionamento do músculo cardíaco e possui efeito antioxidante, pois promove a redução de radicais livres.


Para saber mais sobre a Creatina Monohidratada clique aqui.


- Fonte: https://bioactor.com/which-ingredients-should-a-pre-workout-formula-include/