• Letícia Seneme

Dia do Químico

Dia 18 de junho é comemorado o Dia do Químico. A Química é a ciência que estuda as alterações e transformações pelas quais a matéria pode passar.


Este dia foi escolhido porque foi no dia 18 de junho de 1956 que o presidente Juscelino Kubitschek assinou a Lei nº 2.800/1956, conhecida como “Lei Mater dos Químicos”. Graças a ela os Conselhos Federais e Regionais de Química foram criados e, com eles, veio a regulamentação e estabelecimento dos segmentos da profissão.


A partir da regulamentação, os químicos começaram a atuar de maneira mais ativa nos avanços tecnológicos, melhorando a qualidade dos produtos. Esta data serve como um lembrete do trabalho, muitas vezes anônimo, destes profissionais que impulsionam cada dia mais o desenvolvimento técnico e científico do país.


Os químicos garantem nosso bem-estar ao tornar medicamentos, produtos de higiene e limpeza, cosméticos e alimentos, mais saudáveis para o consumo, e com o menor impacto ambiental possível.


São alguns campos de atuação do químico: química analítica, bioquímica, química inorgânica, química medicinal, química orgânica, físico-química e química teórica. Podem trabalhar no setor industrial, no desenvolvimento de processos e métodos para fabricação de produtos químicos ou relacionados; na indústria petroquímica, com energias renováveis, nanotecnologia, fábricas (tintas, produtos de limpeza, bebidas, produtos de higiene, fármacos, cosméticos, produtos alimentícios) e etc.


Alguns dos principais nomes são:

  • Antoine Lavoisier (1743-1794): que observou que a massa total das matérias permanecia constante mesmo após as reações químicas e daí criou a lei da conservação da matéria: “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

  • John Dalton (1766-1844): que foi responsável pela criação da primeira teoria atômica moderna, em que defendia que a matéria é constituída de pequenas partículas, os átomos; foi responsável pela descoberta da anomalia da visão das cores, conhecida como daltonismo e também foi meteorologista.

  • Amedeo Avogrado (1776-1856): foi um dos primeiros a distinguir átomos e moléculas e, com isso, deu muitas contribuições para a teoria molecular. Como uma homenagem, o número de componentes (átomos, moléculas, íons, dentre outras partículas) presentes em 1 mol dessa substância foi denominado de Constante de Avogrado, e o valor é 6,02 x 10²³.

  • Michael Faraday (1791-1867): foi, principalmente, um experimentalista que, mesmo sem conhecer matemática avançada, obteve descobertas importantíssimas no campo do eletromagnetismo, o que serviu de base para Thomas Edison e Nikola Tesla, por exemplo.

  • Marie Curie (1867-1934): foi uma grande cientista polonesa que avançou os estudos da física e da química ao revolucionar o estudo da radioatividade e ao descobrir dois elementos químicos, respectivamente. Com seu marido Pierre, descobriu o rádio e o polônio e ganhou dois prêmios Nobel, um em física e o outro em química.


A química está constantemente presente em todos os aspectos da nossa vida. Seja dentro de nós mesmos, naquilo que consumimos ou no mundo à nossa volta. Por isso, gostaríamos de agradecer e parabenizar todos os químicos pelo seu dia.


Parabéns! 😊