Rua Dona Ana Prado, 245 - São Carlos-SP 16 3509-1900 0800-600-6411

Item adicionado ao orçamento


CURCUMINA 95%

Gostou? compartilhe!

Descrição do Produto


Composição química
Contém mínimo 95% de curcuminoides totais (curcumina e outros curcuminóides). Contém de 1,5 a 5,5 % de óleo essencial sesquiterpênicos, monoterpênicos e cetônicos. Outros: polissacarídeos, sais de potássio, resina, hidratos de carbono (40-50%) em especial o amido (extrato padronizado à 96 % em Curcuminoides).

Ela é uma planta herbácea rizomática, da família do gengibre e tem sido tradicionalmente utilizada no tratamento da diabetes na medicina ayurvédica e na medicina tradicional chinesa. O componente ativo da cúrcuma, a curcumina, já existe no mercado magistral uma curcumina encapsulada altamente bioeficiente, o Cureit. Graças à tecnologia patenteada “Sandwich Polar Non-Polar” (PNS), o ativo pode ser 10 vezes mais absorvido pelo organismo quando comparado à cúrcuma padrão, aumentando seu potencial terapêutico. O método PNS de extração mantém a pureza do ativo, transformando a matriz do açafrão em fibras dietéticas e proteínas solúveis em água, que podem ser melhor absorvidas pelas paredes intestinais. Outra vantagem de optar por esse tipo de cúrcuma é a dosagem: com pequenas quantias, já é possível atingir resultados expressivos.

Indicações e ação farmacológica
O primeiro artigo que descreveu o efeito da curcumina no tratamento do diabetes mostrou uma redução nos níveis de glicose sanguínea em um indivíduo diabético e foi publicado em 1972. Desde então, a curcumina tem sido extensivamente estudada em animais experimentais com diabetes.
Um estudo realizado em ratos com diabetes induzida mostrou que a administração oral de curcumina foi capaz de reduzir os níveis de glicose sanguínea, hemoglobina glicada, além de melhorar a sensibilidade à insulina e reduzir os níveis de glicemia em jejum.

Estudos in vivo realizados em ratas revelaram uma ação colerética e proteção hepática, através da estimulação da secreção da bílis, acompanhado de maior liberação de colesterol e melhora da digestão e do apetite; é usada também no tratamento de cálculo biliar, da icterícia e outras disfunções hepáticas.

O óleo essencial apresentou também, atividade anti-histamínica e antimicrobiana, contra bactérias gram-negativas, alguns fungos patogênicos e germes envolvidos em colecistites. Também é utilizado como antiflatulento, diurético, afrodisíaco e antiparasitário.

A curcumina atua através da elevação da enzima glutation-S-transferase hepática, a qual participa na desativação e eliminação de peróxidos lipídicos e indutores tumorais. Isso contribui para a atividade inibitória sobre degradações de cromatina e fragmentações de DNA com diminuição da expressão do NF-kappa B e aumento da expressão da caspase-3.

Por outro lado, a atividade inibitória da curcumina sobre a enzima COX2 e na síntese do óxido nítrico, estaria relacionada com um bloqueio exercido sobre o fator nuclear NF-kappa B, isto indica a estreita relação que existe entre os processos inflamatórios e tumorais.

Confira os estudos completos na literatura abaixo.

INCI Name (CAS): Curcuma longa L. (458-37-7).

Não informado


Aplicação

Preço Sob Consulta



Clique na imagem para ampliar.