Veegum R

INCI Name (CAS): Magnesium Aluminum Silicate (1327-43-1).

O QUE É?

VEEGUM é uma argila natural de smectita que foi lavada com água para otimizar sua pureza e desempenho. A argila de smectita é valorizada por sua habilidade de intumescer em água e por proporcionar propriedades reológicas úteis a composições aquosas. Os produtos VEEGUM são direcionados principalmente para aplicações farmacêuticas e cosméticas, apesar de serem também largamente utilizados em outras áreas.


O valor de smectitas de alta pureza como VEEGUM na forma de agentes estabilizantes e reológicos é devido à sua estrutura coloidal em água. Cada partícula de smectita é composta de milhares de plaquetas submicroscópicas empilhadas na forma de sanduíche, com uma camada de água entre cada uma delas.


As faces destas plaquetas possuem carga negativa, enquanto suas extremidades possuem carga levemente positiva. A carga negativa resultante da plaqueta é basicamente balanceada com íons de sódio, apesar da presença em menor quantidade de outros íons. Estes íons balanceadores de carga associam-se com as faces das plaquetas e são denominados de “permutáveis”, uma vez que eles podem ser facilmente substituídos por outros cátions.


BENEFÍCIOS DO VEEGUM PARA A FORMULAÇÃO

  • Estabilizar Emulsões: Uma das propriedades mais úteis de VEEGUM é sua habilidade em estabilizar emulsões água-em-óIeo em baixas concentrações. A estrutura coloidal da smectita mantém as gotinhas da fase interna efetivamente suspensas e separadas. Uma vez que a viscosidade da smectita não é afetada pelo calor, o VEEGUM reduz a tendência das emulsões de afinar e quebrar a temperaturas elevadas. Pequenas quantidades (aprox. 1%) estabilizarão emulsões que tenham surfactantes aniônicos ou não-iônicos com uma ampla variedade de óleos, gorduras e ceras. VEEGUM tem sido usado em formulações de emulsões água-em-óIeo fluidas que apresentam dificuldade de ser estabilizadas por outros meios.


HIDRATAÇÃO

Quando a smectita é misturada com a água, esta penetra na área entre as plaquetas, forçandoas a afastarem-se. À medida que isto acontece, os íons permutáveis iniciam a difundir-se para longe das faces das plaquetas. Uma penetração ainda maior de água prossegue por um processo osmótico, até que elas estejam completamente separadas.


Para a maioria das smectitas, a velocidade em que ocorre a separação de cada plaqueta é diretamente relacionada com a quantidade de energia introduzida durante a hidratação. Tanto energia mecânica quanto térmica irá acelerar a hidratação: mistura com alta tensão de cisalhamento ou o uso de água quente reduzirão o tempo de hidratação. A presença de substâncias dissolvidas na água irá prolongar o tempo de hidratação pela inibição do intumescimento osmótico necessário para a separação da plaqueta.


DOSAGEM RECOMENDADA

0,5 a 3%.


OBSERVAÇÃO

A concentração real vai depender das exigências de espessamento e estabilidade, assim como dos outros ingredientes da fórmula.


74562334454.jpg

Acesse a categoria desejada abaixo: