Rua Dona Ana Prado, 245 - São Carlos-SP 16 3509-1900 0800-600-6411

Item adicionado ao orçamento


Overdose de cafeína: os perigos do consumo excessivo

Gostou? compartilhe!

Overdose de cafeína: os perigos do consumo excessivo

Saiba mais sobre

Tudo que é exagero, faz mal. E consumir cafeína em demasiado, não é diferente, pode até matar em alguns casos.

 

Se você é um grande defensor da cafeína e ingere todos os dias doses que te mantém acordado, fique em alerta para que essa prática não se torne um vício e você venha a ter sérios danos na saúde.

 

Ocorrências fatais não é tão raro no mundo e, pelo menos, 10 pessoas já morreram nos Estados Unidos devido ao excesso em cafeína. Um caso, a de Logan Stiner, de 18 anos, é o que mais chamou atenção, pois após a perícia, os médicos constataram que em seu corpo abrigava 70 miligramas de cafeína por cada mililitro de sangue. Segundo a EFSA (Autoridade Europeia de Segurança Alimentícia), para que ocorra uma overdose, 50 miligramas por cada mililitros de sangue já são o suficiente.

 

Doses recomendadas e os sintomas do excesso

O correto é não passar de três xícaras de café por dia, o que equivale, aproximadamente, 300mg de cafeína. Nos mais jovens, a quantidade não deverá ultrapassar os 100mg/dia.

 

Quando consumido elevadas dosagens de cafeína, o corpo sente e pode causar irritação, insônia e, em algumas vezes, complicações cardíacas, como sentir o pulso acelerado ou perigosamente irregular.

 

De acordo com a FDA (um espécie de ANVISA norte americana), pessoas que ficam intoxicadas com a cafeína, têm vômito, diarreia, letargia (que é a diminuição da atividade das funções intelectuais, ficando um pouco desorientado) e, nos casos mais extremos, ir à óbito.

 

Cafeína nos produtos

Existe cafeína vendida em pó na internet sem o devido controle, a FDA alerta que esse produto é 100% puro e uma pequena colher equivale a 28 xícaras de café. Ela é destinada ao público atlético que, segundo a marca, ajuda a diminuir a fadiga física, melhora a claridade do pensamento e a capacidade de concentração, aumenta a coordenação física e reduz a sensação de cansaço. Porém, se tomada de forma irregular, o consumidor pode até ter uma overdose acidental.

 

Segundo a autópsia de Logan Stiner, foi exatamente isso que ocorreu, e no caso dela a overdose foi fatal.

 

Alguns produtos são vendidos com uma dose de cafeína que o corpo acha considerável em ingerir sem agredir. Por exemplo, 250ml de chá preto contém entre 30mg e 80mg de cafeína, uma lata de energético contém 80mg, uma barra de chocolate contém 20mg e um comprido para gripe pode chegar a 130mg por dose.

 

Portanto, esteja ciente do consumo diário de cafeína e procure se corrigir, caso os valores energéticos estejam acima do permitido.

 

Fonte: Saúde IG



Gostou? compartilhe!